AINDA SEM ACORDO COM UE, MERCOSUL BUSCA APROXIMAÇÃO COM OUTROS BLOCOS

AINDA SEM ACORDO COM UE, MERCOSUL BUSCA APROXIMAÇÃO COM OUTROS BLOCOS

Ocorreu nesta segunda-feira no Paraguai uma reunião com os líderes ou representantes do Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), com suas atenções voltadas para o acordo comercial com a União Europeia e para a aproximação com outros blocos comerciais. Um dos principais tópicos das discussões prévias deu-se ao relacionamento externo do Mercosul. A Venezuela também faz parte, mas atualmente está suspensa.

No próximo semestre o Uruguai assumirá a presidência com o intuito de firmar um acordo com a China, que atualmente é responsável por 11% do comércio mundial. A China hoje é um mercado-chave para todo o bloco e suas exportações de commodities, porém está em uma disputa comercial com os Estados Unidos.

O presidente uruguaio Tabaré Vázquez criticou a demora nas negociações com a UE, onde as conversas terminaram com um progresso limitado e acusações mútuas sobre quem estaria travando o acordo. As dificuldades encontradas são os produtos industrializados e agrícolas da América do Sul e os laticínios europeus.

O presidente Temer disse ser favorável para uma aproximação do Mercosul com os países da Aliança do Pacífico (Chile, Colômbia, México e Peru), onde os dois blocos realizarão uma reunião no final de julho, também comemoram o início dos últimos meses de negociações de acordos de comércio com o Canadá e Coréia do Sul, e o lançamento de conversas com Singapura.

 

Fonte: Exame